Saiba quantos minutos diários são suficientes, quais são os benefícios da prática e o que fazer se os níveis de vitamina D estiverem baixos.

Estar saudável durante a pandemia do coronavírus é uma preocupação justa e comum mesmo àqueles que não estão em grupos de risco. Se não impede a infecção, o sistema imunológico em bom funcionamento oferece melhor resposta do corpo à doença. Este cenário joga luz sobre a importância da vitamina D e dos benefícios de um ato tão simples como tomar sol.

Quantos minutos diários de raios rolares, em que partes do corpo, quais benefícios da prática e o que fazer ao se os níveis da vitamina estiverem baixo são algumas das principais dúvidas das pessoas que nesta quarentena se inquietam por uma vida mais saudável.

Como saber se os meus níveis de vitamina D estão adequados?

A necessidade pela sintetização de vitamina D possui níveis variáveis a partir de características como idade, condições de saúde e até latitude, explica Anelise.

Há, também, perfis com maior de carência da vitamina: gestantes, recém-nascidos, idosos, adolescentes e portadores de doenças como cardíacas, inflamatórias e cânceres.

Para saber o quanto se sintetiza de vitamina D e o quanto esses cuidados devem receber maior atenção procure por orientação médica.

Leia a matéria completa em: https://noticias.r7.com/saude/por-que-e-saudavel-tomar-sol-durante-o-isolamento-social-07052020